Portal de Notícias e entretenimentos do Litoral de São Paulo

Baixada Santista reciclou mais de 3 mil ton no 1º trimestre

0

No primeiro trimestre deste ano, as nove cidades da Baixada Santistas reciclaram, juntas, mais de três mil toneladas de lixo. Quase metade disso vem da reciclagem de Santos, que possui a lei Recicla Santos.
De acordo com estudo do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), responsável por realizar o Plano Regional de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, a região não terá mais lugar para descartar o lixo em 2019. Serão quase 640 mil toneladas sem destinação definida. O aproveitamento dos recicláveis é uma das soluções para diminuir os resíduos sólidos da Baixada Santista. 

Em julho de 2017, a lei Recicla Santos entrou em vigor e, segundo a Prefeitura, já trouxe significativos resultados. No primeiro trimestre deste ano foram coletados 1.774 ,64 toneladas de lixo.
Em Cubatão, são encaminhadas cerca de 50 toneladas/mês de material reciclável porta-a-porta para o galpão de triagem. De acordo com a Administração Municipal, essa quantidade representa 2,4% dos resíduos domiciliares coletados. “Por ano, são 600 toneladas de material reciclável, quantidade que tem se mantido constante”, informa a Prefeitura.

O material é triado pela Associação Beneficente de Catadores de Material Reciclável da Baixada Santista – ABC Marbas e vendido a empresas recicladoras.

A Prefeitura de Guarujá, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, informou que a coleta seletiva atende cerca de 450 endereços do município.

Mensalmente, são recolhidas cerca de 190 toneladas de resíduos recicláveis em Guarujá. A lei 4486/2017 instituiu o serviço público de coleta seletiva na cidade. 

“Estamos implementando estações de sustentabilidade em pontos estratégicos do município, que funcionam como um ponto de entrega voluntária de resíduos recicláveis”, comenta a Secretaria de Meio Ambiente de Guarujá.

Bertioga realiza o serviço de coleta e triagem do material reciclável pela Cooperativa de Catadores. Além da coleta nos bairros, a cidade possui diversos pontos fixos. No primeiro trimestre, 201,81 toneladas de lixo foram recicladas.

A coleta seletiva não passa no bairro da moradora Camila de Souza, mesmo assim ela faz a sua parte. “Eu separo os recicláveis e levo para o serviço. Lá eles também separam o material e enviam para a cooperativa da cidade”, conta.

Em casa, Camila também separa a matéria orgânica e coloca em sua composteira caseira. “Meu marido se cadastrou em um projeto estadual e ganhamos a composteira e todo material necessário”, comenta. De acordo com ela, essas ações ajudam a diminuir a quantidade de lixo.

Segundo a Secretaria de Meio Ambiente de São Vicente, foram coletadas 329 toneladas de recicláveis nos três primeiros meses de 2018. Apesar de não haver uma lei que disponha sobre o assunto, um projeto está sendo elaborado e, em breve, deve ser apresentado. 

Em Praia Grande, a coleta seletiva recolheu 133 toneladas de recicláveis no primeiro trimestre. De acordo com levantamento da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, a quantidade de pessoas que reciclam tem aumentado. “Em 2017 foram registrados 44,635 usuários, contra 26,625 pessoas utilizando o local em 2016”.

Além da coleta, a Cidade conta com 12 Ecopontos e a intenção da Prefeitura é que todos os bairros recebam um equipamento. Os locais possuem caçambas para o depósito de materiais como plástico, vidro, madeira, podas de árvores e pequenas quantidades de entulho. 

Nos ecopontos, foram coletados 87 mil toneladas de pneus, 94 mil ton de materiais recicláveis, 355 mil ton de madeira, móveis e outros resíduos e  mil litros de óleo vegetal de cozinha.

Mongaguá realiza a coleta seletiva por meio da cooperativa de catadores Coopemar. Ao longo do primeiro trimestre foram recolhidas 82 toneladas de lixo reciclável. O município dispõe de leis que dispõe sobre a coleta seletiva de lixo seco reciclável. 

A Coopersol Reciclando trabalha em parceria com Itanhaém para realizar a coleta seletiva. O município fornece toda a estrutura logística de transporte, assim como o galpão para o serviço de triagem e comercialização dos recicláveis. 

Mensalmente, Itanhaém recicla entre 16 e 17 toneladas de resíduos. “A Lei Municipal nº 3.308, de 19 de abril de 2007, institui o ‘Programa de Coleta Seletiva e Inclusão Social dos Catadores e seu Conselho Gestor’. E a Lei Municipal nº 3.758, de 18 de maio de 2012, autoriza cooperativas de reciclagem, associações de catadores e ONGs, a instalar conteiners ou contentores gerais para coleta seletiva do lixo”, informa a Prefeitura.

Já em Peruíbe, a coleta seletiva funciona em regime de programa piloto com um Galpão de 300m² para a triagem, enfardamento, pesagem e expedição. A Prefeitura disponibiliza um caminhão com motorista e combustível para a Associação de Recicladores Garça Vermelha que reciclam aproximadamente cinco toneladas/mês, trabalhando principalmente com papelões, Pet e metais não ferrosos.

Confira o calendário das cidades:

Cubatão

Segunda – Bolsões, Ilha Caraguatá, Conjunto Rubens Lara, Conjunto São Judas Tadeu

Terça – Jardim Costa e Silva e entornos, Centro, Vila Couto, Vila Paulista, Vila Santa Rosa (até Av. Henry Borden)

Quarta – Vila Elizabeth, Sítio Cafezal, Vila Nova, Jardim 31 de março, Jardim Costa Muniz, Conjunto Manoel da Nóbrega

Quinta – Jardim Casqueiro, Vila Bandeirantes, Vila Ponte Nova, Parque São Luíz, Sítio São Luiz

Sexta – Vila São José, Vila Natal, Caminho Dois, Conjunto Mário Covas, Vale Verde

Santos
Segunda-feira – 8h – Estuário, Piratininga, São Manoel, Alemoa
13h – Boqueirão

Terça-feira – 8h – Santa Maria, Bom Retiro, Vila Belmiro, Valongo, Morro São Bento, Boa Vista, Pacheco, Vila São Bento
13h – Campo Grande

Quarta-feira – 8h – Paquetá, Vila Nova, Centro e Jardim Castelo
13h – Marapé e Gonzaga (zona comercial)

Quinta-feira – 8h – Rádio Clube, Vila São Jorge, Chico de Paula, Jabaquara e Monte Serrat
13h – Pompéia, José Menino e Gonzaga (comercial/ residencial)

Sexta-feira – 8h – Vila Mathias, Areia Branca e Gonzaga (zona comercial)
13h – Embaré e Aparecida

Sábado – 8h – Caneleira, Saboó e Encruzilhada
13h – Ponta da Praia, Gonzaga (zona comercial), Nova Cintra, Macuco

Guarujá
A coleta seletiva funciona de segunda à sábado.

Bertioga
Segunda-feira: Centro (antigo Centro, Vila, Jardim Veleiro, Jardim Lido, Vila Clipper, Vila Itapanhaú, Jardim Paulista e Parque Estoril), Maitinga (antigo Maitinga e Vila Agaó) e Rio da Praia (Sesc).
Quarta-feira: Centro, Albatroz (Albatroz I e II) e Jardim Vicente de Carvalho  (apenas na Avenida principal).
Quinta-feira: Indaiá
Terça e sexta-feira: Guaratuba

Há também os postos fixos:
•  NEIM Jardim Rafael – Rua Dr. Pedro Uzzo, 875 – Jd. Raphael
•  Mercado Renascer – Av. Anchieta, 3056 – Rio da Praia
•  NEIM Rio da Granja – Rua 20, 133 – Rio da Praia
•  EMEIF Jd Rio da Granja – Rua Pastor Djalma Coimbra da Silva, s/n – Rio da Praia
•  NEIM Rio da Praia – Rua Cardeal Emile Biayenda, 248 –  Rio da Praia
•  Bella Casa Pães e Doces – Avenida Anchieta, 3181 – Maitinga
•  EMEIF José Inácio Hora  – Rua Rodrigues Alves, 759 – Centro
•  Viveiro de Plantas Seo Leo – Rua Manoel Gajo, ao lado da delegacia – Centro
•  Ginásio Poliesportivo – Rua Henrique Montêz, s/n – Centro
•  Colégio Objetivo –  R. Manoel da Nóbrega, 560 – Centro
•  Câmara de Bertioga – Rua Rev. Augusto Paes D´Ávila, 374  – Rio da Praia
•  EMEF Dino Bueno – Rua José Rodrigues, 15 – Centro
•  Espaço Cidadão – Av. Anchieta, 392 – Centro
•  Dir. de Operações Ambientais – Rua Mestre Pessoa, 667 – Centro
•  NEIM Parque Estoril – Rua Manoel Gajo, 2650 – Centro
•  EMEIF Giusfredo Santini – Rua Ephiphánio Baptista, 66 – Centro
•  Auto Posto Betmar  – Rua Manoel Gajo, 1900 – Centro
•  Terminal de passageiros – Av. 19 de Maio, s/n – Albatroz
•  Condomínio Jaguareguava – Rodovia Rio-Santos – São João
•  EMEIF Boracéia – Rua Prof. Geraldo Montemor, 295 – Boracéia
•  NEIM Boracéia – Rua Tenente Afio Pecoraro Junior, s/n – Boracéia
•  Padaria Empório – Rua aprovada 301, 147  – Boracéia
•  Colégio Objetivo – Rua Maria de Lourdes Fernandes Guedes, 110 – Boracéia
•  Colégio Estadual de Boracéia – Rua Prof. Geraldo Montemor, 29 – Boracéia
•  Espaço Cidadão – Rua José Da Costa, 138 – Boracéia
•  NEIM Chácara Vista Linda – Rua Lincoln Bolivar Neves,15  – Chácara
•  EMEIF Jd Vista Linda – Av. Anchieta, 8619 – Vista Linda
•  Auto Posto Badejo de Bertioga – Rodovia RIo-Santos, km 211,5 – São Lourenço
•  EMEIF São Lourenço – Rua Teotonio Vilella, s/n –  São Lourenço
•  EMEIF José Ermínio de M. Filho – Rua Victorio Guildon, s/n – Indaiá
•  NEIM Indaiá  – Rua Victorio Guildon, s/n – Indaiá
•  EE Archimedes Bava – Rua Washigton Curvelo de Aguiar – Indaiá

São Vicente

Área Continental 

Segunda-feira – Início às 8h
Rota 1 – Conjunto Humaitá – Rota 2 – Parque Continental
Terça-feira – Tarde – Início às 13h
Rota 1 – Jardim Irmã Dolores – Rota 2 – Vila Ponte Nova

Quarta-feira – Início às 8h
Rota 1 – Parque das Bandeiras/Nova São Vicente – Rota 2 – Vila Ema/Vila Matias/Vila Iolanda

Quinta-feira – Tarde – Início às 13h
Rota 1 – Gleba II

Sexta-feira – Início às 8h
Rota 1 – Samaritá/Jardim Rio Negro – Rota 2 – Jardim Rio Branco

Sábado – Início às 8h
Rota 1 – Centro de Detenção Provisória (CDP), Samaritá

Área Insular

Segunda-feira – Gonzaguinha / Centro / Boa Vista / Ilha Porchat / Itararé / Divisa

Terça-feira – Vila São Jorge / Jardim Guassu / Vila Melo (entre a Rua Alberico Robilard Marigny e a Avenida Mota Lima) / Parque São Vicente

Quarta-feira –  Catiapoã / Vila Melo/ Cascatinha/ Japuí / Vila Nossa Senhora de Fátima (entre a Avenida Manoel de Abreu e a Avenida Eduardo Souto) / Sá Catarina de Moraes / Jóquei Clube

Quinta-feira – Centro / Gonzaguinha / Boa Vista / Ilha Porchat / Itararé / Divisa (Avenida Presidente Wilson, Avenida Quintino Bocaiuva e Rua Rangel Pestana) / Vila Nossa Senhora de Fátima (entre Avenida Manoel de Abreu e Rua Frei Gaspar) / Parque Bitaru 

Sexta-feira – Beira Mar / Cidade Náutica / Vila Valença / Vila Voturuá / Jardim Independência

Sábado – Cidade Náutica / Tancredo Neves / Esplanada dos Barreiros / Vila Margarida

Praia Grande

Calendário:
Segunda-feira – manhã, Militar, Canto do Forte e Boqueirão; e de tarde, Guilhermina e Aviação. 

Terça-feira – manhã, Tupi, Ocian, Imperador, Princesa e Cidade da Criança; de tarde, Caiçara e Solemar. 

Quarta – manhã, Mirim e Maracanã; de tarde, Real, Flórida e Glória. 

Quinta-feira – manhã, Anhanguera, Nova Mirim e Santa Marina; de tarde, Ribeirópolis, Esmeralda, Samambaia e Melvi. 

Sexta-feira – manhã, é a vez dos Bairros Sítio do Campo, Antártica e Quietude; já de tarde, a coleta acontece na Vila Sônia e Tupiri.

Funcionando de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, os Ecopontos ficam nos seguintes endereços: Aviação (esquina das ruas Jorge Alves Maciel e Jorge Hagge), Sítio do Campo (esquina da Avenida do Trabalhador com Rua Saturnino de Brito, loteamento Guaramar), Nova Mirim (Rua Martiniano José das Neves, 1410), Mirim (Avenida Presidente Kennedy, ao lado do nº 8462, entre as Ruas 26 de Janeiro e Aldo Coli), Real (Rua Lilás, 429), Maracanã (esquina da Avenida Dr. Roberto de Almeida Vinhas com Rua Dorivaldo Francisco Loria), Caiçara (Avenida Presidente Kennedy, ao lado do número 13.684, esquina com Rua Maximina Ildefonso Ventura), Boqueirão (Rua Guanabara com Praça 19 de janeiro), Solemar (Avenida Presidente Kennedy, na altura do número 21.074, esquina com a Rua Cassimiro de Abreu), Ribeirópolis (esquina das Avenidas Diamantino Cruz Ferreira Mourão e Agostinho Ferreira), Ocian (Praça Eliezer Rodrigues Coelho, s/nº, entre as Ruas Dr. Vicente de Carvalho e José de Alencar) e Canto do Forte (na esquina da Avenida Ecológica com Rua Xixová).

Cinco unidades abrem também aos sábados, no mesmo horário: nos Bairros Boqueirão, Aviação, Ocian, Real e Solemar.

Mongaguá
A cooperativa segue com os seus trabalhos normalmente, dispondo de um veículo específico para realizar os serviços, passando periodicamente em todos os bairros. Em paralelo, ela também efetua o recolhimento de materiais em estabelecimentos comerciais. Os horários de atendimento da Coopermar são das 8 às 17 horas nos bairros, estendendo durante à noite para o comércio.

Itanhaém 
O sistema de coleta seletiva é o porta a porta, conforme adesão voluntária dos moradores. O telefone para contato da cooperativa é o (13) 3427-6470.

Veja também outras reportagens do Diário do Litoral sobre o assunto:

http://www.diariodolitoral.com.br/o-caminho-do-lixo/

http://www.diariodolitoral.com.br/cotidiano/aterro-de-santos-deve-ter-vida-util-prolongada/110753/

 

Fonte: DL – Diário do Litoral

Fonte: …

Comentários
Carregando...