Portal de Notícias e entretenimentos do Litoral de São Paulo

CRAS Alemoa irá abaixo para escoamento

0

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da Alemoa, localizado à Avenida Marginal Anchieta, 218, deverá ser desativado para dar espaço à construção de um canal para escoar as águas das ruas Ana Santos e Boris Kauffmann.

Os moradores do bairro, responsáveis pela informação, não sabem o que fazer para evitar a demolição e temem a falta de atendimento.

Além da Alemoa, o CRAS atende outros três bairros – Vila Haddad, Chico de Paula e Pantanal. Cerca de 500 famílias serão prejudicadas por ser o único equipamento público. A construção do canal faz parte das obras da Nova Entrada da Cidade, cujo viaduto – que visava dar fluidez ao trânsito e acabar com as enchentes – não teve resultados positivos.

Um dos moradores que entrou em contato com a Reportagem e não quis se identificar com medo de represálias, informou que o equipamento sofre depredações constantes. “Isso ocorre porque, após o expediente, não fica ninguém e nem existe câmeras de monitoramento”, afirma.

Procurada, a Prefeitura confirmou a informação, mas garante que será construído um novo CRAS com mesma qualidade arquitetônica do atual prédio, junto a uma estação elevatória. A nova sede será vizinha ao atual CRAS.

“Só depois de entregue o novo prédio, o antigo será demolido e construído o último trecho da galeria. Ou seja, não haverá nenhum prejuízo aos moradores do bairro ou interrupção do serviço”, finaliza nota.

O CRAS descentraliza a política de assistência social sendo responsável pela organização e oferta dos serviços socioassistenciais da proteção social básica do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) nas áreas de vulnerabilidade e risco social dos municípios.

Desempenha papel central no território onde se localiza, possuindo a função exclusiva da oferta pública do trabalho social com famílias por meio do serviço de Proteção e Atendimento Integral a Famílias (PAIF).

Também previne situações de risco em seu território de abrangência, fortalecendo vínculos familiares e comunitários e garantindo direitos.

Ele é instalado prioritariamente em locais de maior concentração de famílias em situação de vulnerabilidade, com concentração de famílias com renda per capita mensal de até meio salário mínimo, com presença significativa de famílias e indivíduos beneficiários dos programas de transferências de renda.

Outros serviços, programas, benefícios e projetos de proteção social básica poderão ser ofertados no CRAS, conforme disponibilidade de espaço físico e de profissionais qualificados para implementá-los, desde que não prejudiquem a oferta do PAIF. 

Fonte: DL – Diário do Litoral

Fonte: Diário do Litoral

Comentários
Carregando...