Portal de Notícias e entretenimentos do Litoral de São Paulo

Músicas para descobrir em casa – ‘Vi, voou’ (Carlinhos Brown e Arnaldo Antunes, 2010) com Carlinhos Brown

0

1 de 2 Músicas para descobrir em casa – ‘Vi, voou’ (Carlinhos Brown e Arnaldo Antunes, 2010) com Carlinhos Brown Iza Campos / Divulgação

2 de 2 Capa de ‘Diminuto’, álbum de Carlinhos Brown — Foto: Arte de Gualter Pupo e Arterial

Capa de ‘Diminuto’, álbum de Carlinhos Brown — Foto: Arte de Gualter Pupo e Arterial

MÚSICAS PARA DESCOBRIR EM CASA – Vi, voou (Carlinhos Brown e Arnaldo Antunes, 2010) com Carlinhos Brown

♪ Embora associado primordialmente ao eletrizante baticum carnavalizante da Bahia, o soteropolitano Antônio Carlos Santos de Freitas – Carlinhos Brown, para o Brasil – construiu obra pautada por miscigenação que extrapola rótulos e fronteiras musicais.

A música Vi, voou é exemplo da diversidade do cancioneiro autoral do timbaleiro tribalista. Trata-se de poética toada ruralista composta pelo artista com letra de Arnaldo Antunes e apresentada pelo cantor baiano na gravação que fechou o álbum Diminuto, um dos dois discos com músicas inéditas lançados simultaneamente por Brown em outubro de 2010.

Álbum produzido pelo próprio Brown com colaborações de Alê Siqueira, Beto Villares e Liminha, Diminuto foi idealizado com a intenção de conectar o cantor a um repertório pautado mais pela delicadeza melódica do que pela efervescência rítmica. A curiosidade é que Vi, voou concilia suavidade e ebulição.

Com evocação da música moura, a canção se embrenha na musicalidade do sertão nordestino no tom do arranjo criado por Brown (voz, guitarra, flauta pífano, lata, congas e triângulo) com contribuições dos três músicos – Gerson Silva (violão), Marcelo Jeneci (acordeom e piano de armário) e Ronaldo Borges (baixo) – arregimentados para gravação.

De início, a canção Vi, voou segue a toada do lirismo romântico com melodia suave. Até que a gravação embola no ritmo frenético dos repentes, para retomar no fim a serenidade poética do início.

A música Vi, voou nunca foi regravada, nem mesmo por Arnaldo Antunes, parceiro letrista de Brown na composição. Mas é boa amostra de que Carlinhos Brown sempre soube ir muito além do trio elétrico.

♪ Ficha técnica da Música para descobrir em casa 26 :

Título: Vi, voou

Compositores: Carlinhos Brown e Arnaldo Antunes

Intérprete original: Carlinhos Brown

Álbum da gravação original: Diminuto

Ano da gravação original: 2010

Regravações que merecem menções: A música Vi, voou nunca foi regravada.

♪ Eis a letra da música Vi, voou :

“Quero alma nas carniças

E tempero no amor

Quero árvores de asas nas gerais

Do deserto quero flor

Solte ela, seu polícia!

Cure ela, seu doutor!

Ela é a namorada do luar

Que é o nosso cobertor

Vi, voou

Vi, voou

Vi, voou

Que bom, voou

Inocente, quero quente

Do cabelo, quero pente

Pra viagem, um pente fino

Pro fino, quero um caroço

Pro caroço, uma semente

Pra semente, chão aguado

Pro adubo, um arado

Pro arado, plantação

Pra colheita, disposição

Pra na mesa ter fartura

Pra nunca nada faltar

Pra presença na escola

Pra dentro do coração

Para quando amar você

Não pensar sofreguidão

Na cratera lá na lua

Tem um pé de solidão

É arado com o fogo de São Jorge

E a lança do dragão

Motorista, leve ela!

Traga ela, avião!

Ela é água para adocicar o mar

E os ares do sertão

Vi, voou

Vi, voou

Vi, voou

Newsletter G1 Created with Sketch.

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Veja também


Fonte: Pop & Arte – G1

Comentários
Carregando...