Portal de Notícias e entretenimentos do Litoral de São Paulo

Brasil tem 21.048 mortes e 330.890 mil confirmações de infecção pelo novo coronavírus, diz ministério

0

Foram incluídos ao balanço 1.001 registros de morte em 24 horas; país ultrapassa a Rússia e se torna o segundo do mundo com mais casos de Covid-19.


O Ministério da Saúde divulgou nesta sexta-feira (22) o mais recente balanço de casos e mortes causadas pelo novo coronavírus. Os principais dados são:

  • 21.048 mortes, eram 20.047 na quinta-feira (21)
  • Foram 1.001 registros de morte incluídos no balanço em 24 horas, sendo que 293 óbitos ocorreram nos últimos 3 dias
  • 330.890 casos confirmados
  • Foram 20.803 novos casos incluídos no balanço em 24 horas
  • 135.430 pacientes recuperados (40,9%)

Com esta atualização, o Brasil ultrapassou a Rússia (326.448) em número de confirmações e se tornou o segundo país com mais casos de coronavírus no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos (1.598.631), segundo o levantamento da Universidade Johns Hopkins.

1 de 1 Casos e mortes por Covid-19 em 22 de maio — Foto: Reprodução/Ministério da Saúde

Casos e mortes por Covid-19 em 22 de maio — Foto: Reprodução/Ministério da Saúde

Coronavírus: saiba como guardar máscaras limpas e sujas

Coronavírus: saiba como guardar máscaras limpas e sujas

Newsletter G1 Created with Sketch.

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Veja também

Mais do G1

Vídeo da reunião mostra que Bolsonaro reclamou da Polícia Federal e disse que não esperaria ‘f… a família toda’. Gravação veio a público por decisão do ministro Celso de Mello.

Nesse trecho, presidente afirma que serviço oficial ‘desinforma’ e indica que tem estrutura paralela.

Trecho é considerado chave na investigação sobre suposta tentativa de interferir na PF.

Em rede social, presidente afirmou que ‘farsa foi desmontada’.

Em 24 horas, foram registradas 1.001 novas vítimas. Casos chegam a quase 331 mil.

Ricardo Salles diz que governo deveria aproveitar momento para fazer mudanças ‘de baciada’.

Fonte: Ciência e Saúde – G1

Comentários
Carregando...