Portal de Notícias e entretenimentos do Litoral de São Paulo

China reduz para 1.380 o número mortos por coronavírus após rever dados

0

Autoridades de saúde constataram ‘estatísticas duplicadas’ em Hubei, epicentro da epidemia.


Homem veste saco plástico e máscara de proteção em Sangai, ele tenta se proteger em meio a epidemia de coronavírus na China — Foto: Aly Song / Reuters

As autoridades sanitárias da China anunciaram nesta sexta-feira (14) que o número total de mortos devido à epidemia Covid-19 é de 1.380, e não 1.483 como divulgado anteriormente. A Comissão Nacional de Saúde informou que constatou “estatísticas duplicadas” na província de Hubei, epicentro da epidemia, mas não revelou mais detalhes sobre o erro.

As mesmas autoridades também removeram 1.043 casos de pacientes contaminados dos balanços de Hubei.

Com as 116 mortes verificadas em Hubei e outras cinco no resto da China nas últimas 24 horas, o número total de mortes no país é de 1.380, disseram as autoridades.

Por conta desta revisão, o número de pessoas contaminadas na China continental é de 63.851, sendo que no início desta sexta esse total ultrapassava 64.000.

Com a adoção dos novos critérios de contagem de casos, os números subiram na quinta-feira (13) e, apesar de permanecerem altos, houve uma pequena queda nesta sexta em relação ao dia anterior.

O novo método de contagem não exige mais um exame laboratorial que confirme a presença do coronavírus como um resultado positivo, e agora uma radiografia pulmonar é suficiente. A modificação permite, segundo autoridades de saúde, mobilizar recursos mais rapidamente para oferecer tratamento às pessoas doentes.

CASOS DE CORONAVÍRUS NO MUNDO

Newsletter G1 Created with Sketch.

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Veja também

Mais do G1

Com a troca, Osmar Terra deixa governo e volta à Câmara.

Moeda fechou em queda depois de bater R$ 4,38 durante o dia.

Informação foi confirmada pela Secretaria de Estado de Saúde nesta quinta-feira (13).

Programa oferece 70 mil financiamentos para estudante.

Autoridades de saúde constataram ‘estatísticas duplicadas’ em Hubei, epicentro da epidemia.

Marcos Abrahão e Chiquinho da Mangueira são acusados de receber mensalinho.

Ator de 86 anos sofreu um AVC na segunda e apresenta quadro estável.

Fonte: Ciência e Saúde – G1

Comentários
Carregando...